Vila Madalena: o território mais queridinho de São Paulo

Vila Madalena: o território mais queridinho de São Paulo

Famoso reduto boêmio, a Vila Madalena (ou Vila dos Farrapos), ao contrário do que a origem do nome sugere, é um bairro residencial nobre situado na faixa Oeste da Cidade de São Paulo, mais especificamente no distrito de Pinheiros. Classificada como Zona B pelo CRECI-SP, encontra-se cercada por bairros como Alto de Pinheiros, Sumaré, Perdizes, Pompeia, Butantã e Jardins. Por se localizar no centro dessas regiões, resguardando proximidade com as avenidas Paulista e Faria Lima, apresenta-se como ponto estratégico para a mobilidade de moradores que possuem algum tipo de relação comercial com essas áreas.

 

A Vila Madá, rodeada por espaços verdes, praças e ruas arborizadas, constituição que oferece frescor em meio à agitação paulistana, em seus primórdios acolheu moradores de baixa renda e suas ruas eram de terra batida. Nos anos 1930 e 1940 recebeu uma leva de imigrantes portugueses, além de linhas de bonde e luz. Em meados dos anos 1960 teve suas vias de acesso asfaltadas. Essa infraestrutura remodelou a localidade e muito cedo fomentou a ideia de uma comunidade próxima e integrada ao centro nervoso da capital paulista, favorecendo a criação da  Sociedade Amigos de Vila Madalena (Savima), fundada em 1949, ativa até os dias atuais.

 

Servida por terminal de ônibus interligado à linha 2 do metrô paulistano, o que assegura a fácil mobilidade de seus moradores e visitantes, sua fama de “vila queridinha dos paulistanos” foi consolidada no início dos anos 70 a partir da chegada massiva de estudantes. A área de classe média assistiu seus campinhos de futebol cederem lugar para bares a partir da invasão pacífica da juventude, que se deu sem expulsar os moradores originais. Essa ocupação por estudantes se justifica pelo fechamento das moradias estudantis à época e pelo baixo valor dos aluguéis da Vila Madalena naquele momento. A sua localização privilegiada e a mobilidade que o bairro oferece mostraram-se também grandes atrativos, potencializados pela proximidade que a região mantém com universidades paulistas, entre elas: a Universidade de São Paulo e a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

 

O burburinho estudantil fertilizou o solo promovendo grande concentração de casas noturnas, bares, albergues (hostels), ateliês, livrarias, cafés, mercadinhos, feiras de antiguidade, centros de exposições artísticas, dentre outras manifestações com forte apelo cultural, oportunizando, dentre tantos empreendimentos modernos e a estruturação de espaços alternativos, o surgimento da escola de samba mais simpática de Sampa: a Pérola Negra, ou melhor, o Grêmio Recreativo Social Cultural Escola de Samba Pérola Negra. Toda essa ambiência paradoxalmente contrasta e se harmoniza com o forte lastro de tradição exaltada e ladeada pelas igrejas de Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo.

 

A vida descolada, a jovialidade e a boemia que conformam a essência pulsante da Vila Madá em sinergia com suas raízes históricas, ostenta uma atmosfera que exala poesia também por meio de suas ruas com nomes pitorescos. Tudo influência das cabeças pensantes que lá habitavam e, sempre renovadas, habitam: os estudantes, principalmente aqueles intitulados anarquistas, os intelectuais rebeldes que militam por causas aparentemente utópicas e os artistas que fertilizam e ampliam o mundo, impregnando-o do novo que refrigera o intelecto e a alma.

 

Essas mentes inquietas e sempre em transformação buscaram cindir a tradição urbana de homenagear autoridades públicas marcando seus nomes nas vias da cidade. Na Vila é tudo diferente! Fidalga, Purpurina, Aspicuelta, Harmonia, Paulistânia, Girassol são alguns dos nominativos que designam essas passagens e paisagens propícias ao flâneur baudelairiano: aquele típico sujeito que anda pelas ruas calmamente enquanto reflete e o faz pelo puro prazer de contemplar a cidade com o olhar totalmente desprovido de interesse.

 

 

Assim é a Vila. Assim é o habitante da Vila Madalena

 

Outras características que fazem desse espaço alternativo, charmoso e aconchegante um complexo habitacional diferenciado são seus museus, suas escolas de música e teatro, suas lojas de vanguarda, além das feiras organizadas por associações de moradores com o intuito de divulgar os talentos artísticos da região. A famosa “Feira da Vila”, espécie de festival anual, segue atraindo gente de todos os lugares da cidade, quiçá do mundo, com a oferta de barracas de artesanato e inúmeros shows.

 

Verdadeira galeria de arte ao ar livre, esbanjando grafites por todos os seus recantos, a Vila Madalena, além de atrativa por si mesmo, é excelente anfitriã. Um final de semana por mês uma van leva gratuitamente visitantes ao seu espaço para conhecerem e desfrutarem dos pontos mais interessantes do bairro, prática que favorece, dentre tantas coisas, a apreciação e aquisição de produtos artísticos vendidos por ateliês e lojas nas calçadas. Esse fluxo deixa transparecer também o forte potencial mercadológico agregador de valor, sem, contudo, perder o veio de habitat, favoráveis à plenitude da vida e ao bem-estar de seus moradores.

 

A história evidencia como a Vila Madalena, de forma ordenada e permanente, deixou de ser o pacato subdistrito do tradicional bairro de Pinheiros, para se transformar, paulatinamente e sem volta, em centro de efervescência boêmia, artística e cultural. Território repleto de atrativos que agradam a todos os estilos de vida, reúne e oferece arte de primeira qualidade e boa gastronomia, conformando-se como grande centro cultural a céu aberto.

 

Não é à toa que a Vila congrega inúmeros residentes ilustres: jornalistas (Hélio Schwartsman, Enio Squeff, Felipe Andreoli, Rafael Cortez, entre outros), dramaturgos (como Walther Negrão), escritores e literatos (Marcelino Freire, Anna Flora, para citar alguns), musicistas (Mariana Aydar, Nick Cave, Péricles Cavalcanti, etc), cozinheiros renomados (Olivier Anquier), dentre outras celebridades que escolheram a Vila para morada.

 

Esse fervilhante polo artístico e gastronômico, com dinâmicos instrumentos culturais e constituído por gente culta, animada e divertida vem cada vez mais atraindo olhares desejosos em por lá constituir morada. É que a Vila Madalena, na verdade, agrada a todos e congrega diversos perfis de habitantes por meio de sua infraestrutura, mobilidade e dezenas de opções atraentes.

 

E a NEWPROPERTIES, com seu olhar peculiar de criar oportunidades imobiliárias únicas, transformando de forma dinâmica e positiva o ambiente, traz a este espaço pra lá de especial, seu mais novo empreendimento: o WalkMadalena!

 

 

NEWPROPERTIES: inovação sustentável

 

A NEWPROPERTIES, especialista em criar oportunidades imobiliárias diferenciadas nas melhores regiões de cada localidade onde atua, destaca-se como referência no mercado imobiliário justamente pelo desenvolvimento de pesquisas de localização e materiais inovadores, assim como pela excelência das técnicas de arquitetura e engenharia que estrutura e implementa.

 

Perseguindo o que há de melhor no mercado para oferecer empreendimentos de qualidade superior aos seus clientes, altamente exigentes, atua sem perder o foco na sustentabilidade e impacto positivos de suas atividades no meio ambiente. Por essas razões, suas ações buscam sempre ir além do empreendimento imobiliário por si mesmo.

 

A meta é proporcionar impactos ambientais e socioeconômicos capazes de melhorar a qualidade de vida e bem-estar das pessoas de maneira duradoura. Nesse sentido, o WalkMadalena desponta no mercado como um divisor de águas para aqueles indivíduos que procuram qualidade de vida associada à segurança, à mobilidade, sem abrir mão dos momentos únicos de lazer e vivência artístico-cultural intensos.

 

WalkMadalena 

 

O mais novo empreendimento da NEWPROPERTIES promete ressignificar o conceito de morar bem. O WalkMadalena carrega em seu DNA traços de uma arquitetura contemporânea e atemporal, que integra design e requinte a uma tecnologia cujo foco é facilitar o dia a dia do seu habitante.

 

O conceito Walk alinha-se à premissa de ser possível caminhar, a partir do edifício, até os pontos de interesse nas proximidades de modo rápido, prazeroso e sem gastar tempo em meio a trânsitos desumanos, sendo seu diferencial o morar perto de tudo, sem a necessidade de automóveis para se locomover.

 

Implementado em meio ao bairro mais charmoso, dinâmico e cheio de atrativos da capital paulista, localidade apontada pelo IDH de São Paulo como uma das três melhores regiões para se morar, o imóvel que disponibiliza um ou dois dormitórios une tecnologia de ponta com custo justo de aquisição.

 

Com decoração impecável e funcional, sem abrir mão da segurança, automação predial e baixo custo condominial, o WalkMadalena oferece a oportunidade de se viver com a comodidade que os novos tempos exigem.

 

Venha se apaixonar e marcar território nesse espaço privilegiado de São Paulo, que mistura tranquilidade, segurança, cultura, qualidade de vida e infraestrutura impecável.

 

Quer saber mais sobre esse projeto inovador na melhor região para se investir em imóveis em São Paulo? Acesse nossos canais de comunicação e fale com nossos especialistas.