Saiba o que é Retrofit e os benefícios de sua aplicação na construção

Falar em revitalização de edifícios tem sido algo recorrente nos últimos tempos no meio da engenharia e da arquitetura. Não se trata daquelas reformas convencionais, com pequenas intervenções e reparos pontuais, mas sim de um processo mais completo e complexo de modernização da estrutura e dos espaços. É o que chamamos na construção civil de retrofit.

Você já deve ter visto, principalmente em edifícios e demais construções antigas, alguns processos de reforma que não alteravam e nem modernizavam os espaços e as instalações dos imóveis. Eram feitos apenas reparos e pequenas melhorias nas áreas mais danificadas e/ou desgastadas.

Porém, em muitos casos, percebeu-se a necessidade de modernizar as construções como um todo. Isso envolve realizar a readequação das instalações e a revitalização da estrutura e dos espaços. A ideia é tornar a edificação mais funcional, confortável e com uma vida útil renovada.

Tudo isso faz parte do retrofit, como veremos com mais detalhes na sequência do artigo. Além de conhecer o conceito dessa técnica, você verá também os benefícios que justificam o crescimento de sua aplicação nas construções.

A NEWPROPERTIES vem acompanhando as tendências do mercado e realizou alguns estudos com foco nessa oportunidade de transformação, como também iremos abordar ao longo do conteúdo.

O que é Retrofit?

Começando pela tradução para o português, retrofit seria algo como “colocar o antigo em forma”, muito relacionado com uma reforma. Mas o conceito e a prática vão muito além. A técnica do retrofit surgiu nos Estados Unidos em meados da década de 1970 e passou a ser muito utilizada também na Europa.

Com tamanha rigidez nas normas de preservação da memória e do patrimônio histórico-arquitetônico dos antigos edifícios norte-americanos e europeus, foi preciso buscar novas maneiras de revitalizar esses locais. Sem a alternativa de demolir tais construções ou criar outras obras, a opção que surgiu foi restaurar os edifícios existentes.

Avançando um pouco mais no conceito, o retrofit pode ser considerado como um processo de melhoria de instalações antigas. Ele propõe a modernização e adaptação de edificações, transformando os espaços com foco em seu melhor aproveitamento. No retrofit você corrige problemas e torna as construções mais confortáveis e seguras.

A ideia é transformar as edificações em imóveis multifuncionais, abrangendo muitas vezes o conceito híbrido, que reúne uma locação ao mesmo tempo empresarial, residencial e de entretenimento.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas também apresenta uma definição para esse conceito. Ela trata o retrofit como remodelação ou atualização do edifício ou de sistemas, através da incorporação de novas tecnologias e conceitos, normalmente visando a valorização do imóvel, mudança de uso, aumento da vida útil e eficiência operacional e energética.

Aplicação do retrofit

Agora que vimos o conceito de maneira mais detalhada, é importante entender como ocorre a aplicação do retrofit. O que exatamente é modernizado, revitalizado e melhorado? De que forma isso é feito em uma edificação?

Normalmente, as fachadas e as instalações prediais, que envolvem toda parte elétrica, hidráulica, estrutura do esgoto, dentre outras, são as que mais carecem da aplicação do retrofit. Nesses casos, é comum encontrarmos a realização da troca de revestimento e/ou revitalização de toda a fachada, o que visualmente gera um impacto muito grande para valorização da construção.

São bem recorrentes também nos projetos de retrofit a melhoria nos sistemas de segurança, telefonia, informática, ar-condicionado, iluminação, alteração do layout dos andares e toda a troca de pisos e revestimentos.

Existem outros projetos importantes na aplicação do retrofit, como a criação de espaços que sejam acessíveis para portadores de deficiência, implementação de conceitos de sustentabilidade, reforço da estrutura e modernização do sistema de automação.

No período pandêmico, cresceu muito o debate sobre a vacância das edificações comerciais e as oportunidades ou possibilidades de transformá-las em espaços multifuncionais, adaptados a terem unidades residenciais, comércio, escritório, ou seja, aplicar as técnicas de retrofit nessas estruturas a fim de torna-las melhor aproveitadas e valorizadas.

Benefícios do retrofit

Um dos principais benefícios do retrofit está na redução de custos. É mais vantajoso revigorar um ativo imobiliário do que iniciar uma obra do zero. Ele também proporciona a melhoria do ambiente de diferentes formas.

Artigos afins

Nenhum artigo relacionado